Vive o Teu Talento
Morangos com Açúcar 7
27
Fev 10

 

 

Mariana Monteiro, a Bia dos Morangos com Açúcar em entrevista no Correio da Manhã Vidas

 

Mariana MonteiroAos 21 anos, é uma das jovens actrizes mais promissoras da televisão portuguesa. Convidada para outro projecto da TVI, Mariana deixa o amor para segundo plano e mostra-se descrente no casamento.

 

- Chegou há pouco tempo dos Estados Unidos. Como é que correu a experiência?

Mariana Monteiro: Correu muito, muito bem, mas foi só durante um mês. Já deu para ter noção de como funciona lá o ensino. Estava interessada em perceber se me adaptaria ou não, e sim, adaptei-me mesmo.

 

 


- E em termos pessoais, foi bastante enriquecedor?

Mariana Monteiro: Foi muito. Para nós, actores, a experiência de vida conta muito.

 


- Foi importante ter os seus amigos consigo (Sara Prata, João Cajuda e Helena Costa)?

Mariana Monteiro: Com amigos é completamente diferente. Aliás, se não tivesse ido com eles ia sentir--me sozinha. Não é fácil chegar a um país diferente e fazer-se logo amigos.


- Em que consistiu a sua formação?

Mariana Monteiro: Eram aulas dadas, individualmente, por um professor com base num método de uma escola. Esse método é usado por pessoas de renome como Charlize Theron, Brad Pitt e Halle Barry.


- Encontrou-se com a Daniela Ruah. Já a conhecia?

Mariana Monteiro: Não a conhecia mas, como somos portugueses e fomos ao país onde ela se encontra, fomos ter com ela. E, como é óbvio, é sempre bom ela estar com pessoas daqui. Ela é impecável.


- O sucesso dela impulsionou-a a procurar uma carreira internacional?

Mariana Monteiro: Não fomos com esse espírito. Não tentámos, nem procurámos. Só fomos um mês e não quisemos estar com outras visões ou ambições. Não era uma viagem para isso. Fomos só para estudar e aproveitar para descansar um bocado. Gostava de conhecer outros mercados internacionais mas não necessariamente o americano. Tenho essa curiosidade, mas não sei. A zona de conforto acaba por ser a nossa casa.


- Aos 21 anos já teve muitos papéis de destaque. Sente-se uma privilegiada?

Mariana Monteiro: Sim, tenho que me sentir assim.


- Qual foi o papel de que mais gostou?

Mariana Monteiro: Gostei de todos até ao momento mas fico sempre com a sensação de que o último acaba por ser o que mais gosto, porque é a última sensação com que fico. Dentro do padrão de boazinha, tenho feito papéis muito distintos: primeiro fui bipolar, depois rebelde, indiana, e agora heroína. Em ‘Equador’ fiz um registo cómico.


- Para concretizar o seu sonho deixou o Porto e rumou a Lisboa com apenas 16 anos. Foi difícil?

Mariana Monteiro: Adaptei-me tão bem a Lisboa que nunca mais quis sair daqui. Gosto muito do Porto como cidade, das pessoas, e, acima de tudo, tenho lá a minha família. Mas, uma vez que a minha profissão se desenvolve aqui, só faria sentido morar em Lisboa.


- Os seus pais apoiaram-na?

Mariana Monteiro: Ao início, não. Mas agora apoiam-me a 300%. Se estivesse na situação deles talvez reagisse pior. Era muito nova, tinha 16 anos, estava no 11º ano, e tinha que interromper o secundário, ir para uma cidade diferente e morar sozinha. Percebo perfeitamente a primeira negação, até porque eles não tinham noção nenhuma de como resultaria aqui, se teria jeito para isto. A única coisa que era certa era eu enquanto estudante do agrupamento de Economia.


- Terminou os seus estudos?

Mariana Monteiro: Concluí o 12º já a trabalhar. No primeiro ano, com os ‘Morangos’, foi completamente impossível. Mas no contrato que fiz a seguir coloquei uma cláusula a pedir que saísse sempre às 18h30, porque tinha aulas até à meia-noite.


- Não ambiciona ter um curso superior?

Mariana Monteiro: Não penso em tirar nenhum curso fora da área, porque não me imagino a fazer mais nada. A única coisa de que me lembro realmente de gostar desde miúda é astronomia, mas para isso tinha que trabalhar na NASA e isso não é assim muito fácil.


- Tem um contrato de exclusividade com a TVI que lhe permite ter uma situação financeira confortável. Comete muitas extravagâncias?

Mariana Monteiro: Não, até porque a situação financeira estável é relativa. Só temos um contrato de curta duração. Se acaba de hoje para amanhã e eu não tenho dinheiro guardado é complicado, por isso faço poupanças. Gosto muito de roupa, e gasto dinheiro nisso, mas não compro coisas muito caras.


- Entretanto, comprou uma casa...

Mariana Monteiro: É muito bom ter uma casa minha. Pedi um empréstimo e poupei para fazer este investimento para mim.


- É uma boa dona-de-casa?

Mariana Monteiro: Nunca estou em casa, é só quase para dormir. Ainda nem a gozei bem. Tenho uma Bimby, confesso, mas até a uso mais quando vão lá amigos. Quando estou sozinha só a uso para a sopa.


- Sente que perdeu alguns aspectos da sua juventude por ter começado a trabalhar tão nova?

Mariana Monteiro: Sinto que tive uma trajectória diferente. Não direi que perdi, porque quis estar a fazer aquilo de que gosto.


- Há algum tempo, disse que estava com tanto trabalho que nem tinha tempo para pensar em namorar. Já está mais livre?

Mariana Monteiro: Estou sozinha, e estou bem assim. Não vou começar a pensar que tenho de arranjar alguém desesperadamente. Mas relativamente a 2009, mesmo que surgisse a oportunidade, não existia disponibilidade temporal nem psicológica para isso. Numa relação as coisas nunca estão a 100% e eu não podia começar uma coisa e estar instável. Mas se o Johnny Depp me tivesse aparecido ao longo destes dez meses teria pensado no caso [risos].


- Tem vontade de apaixonar-se?

Mariana Monteiro: Eu não gosto de estar sozinha por norma, mas existem os amigos. Sei quem são as pessoas realmente importantes na minha vida e enquanto estiver rodeada deles estou óptima. Não gosto de coisas forçadas, e hoje noto que os relacionamentos são cada vez mais descartáveis e não me apetece isso para mim. Presentemente, um relacionamento sólido é muito difícil. Não sei o que se passa mas as pessoas são mais egoístas. Olho à minha volta e vejo as pessoas a acabar e começar namoros. Mesmo os relacionamentos mais duradouros não são muito sólidos. Não quero uma relação egoísta. Prefiro estar sozinha do que em relações que me magoem. Ainda sou muito nova, tenho 21 anos.


- É uma mulher de paixões?

Mariana Monteiro: Sou. Vivo tudo muito intensamente. Contento-me com pouco, assim como enfatizo e dramatizo uma coisa má que não tem tanta importância. Devia tentar aprender a viver mais moderadamente. Talvez seja uma filosofia de vida para 2010.


- Já sofreu por amor?

Mariana Monteiro: Não. Tive poucas relações e escolhi bem as pessoas.


- Gostava de casar-se e ter filhos?

Mariana Monteiro: Analisado psicologicamente, o casamento tem logo uma interferência, e as coisas transformam-se. Adoro quando vejo alguém casado há não sei quantos anos, mas é um em cem. Quero imenso formar família, isso, sim, é a minha prioridade enquanto estrutura familiar. Agora casar, sinceramente, não quero. É uma coisa burocrática, e considero ridículo quando não sabemos o dia de amanhã e temos que escrever num papel a dizer que vamos ficar eternamente juntos. A vontade tem de ser essa mas não tem de estar no papel.


- Teve uma relação duradoura com Daniel Cardoso. Porque é que chegou entretanto ao fim?

Mariana Monteiro: Prefiro não falar.


- Mantêm uma relação de amizade?

Mariana Monteiro: Sim, gosto imenso do Daniel, é das melhores pessoas que conheço.


- Desde o fim da relação já lhe foram atribuídos romances com João Catarré e David Luiz. Incomodou-a?

Mariana Monteiro: João estava no final de um casamento e senti-me mais incomodada por causa disso. Foi completamente infundado. Com o David também não há nada, sou amiga dele.


- Gosta da fama?

Mariana Monteiro: Seria incoerente se dissesse que a fama me incomoda. É uma coisa que faz parte, lido bem com isso. É verdade que nos dias em que estou mais triste me custam certas coisas. Mas é bom sentir o calor do público. É quando, realmente, me sinto reconhecida. A minha mãe até pode dizer que gostou de me ver mas se vou a passar na rua e uma pessoa de fora, completamente imparcial, me diz alguma coisa isso, para mim, tem muito valor.


- Sente-se bonita?

Mariana Monteiro: Como todas as mulheres, tem dias. Quando estamos bem connosco acabamos por nos sentir mais bonitas.


- A sua beleza foi uma mais-valia para o seu êxito?

Mariana Monteiro: Como é óbvio, televisão tem a ver com imagem. Não tem que ser uma imagem bonita ou feia, pode ser uma imagem simpática, e eu acho que pode ser por aí. Sou uma pessoa bem-disposta.


- Sente-se invejada?

Mariana Monteiro: Prefiro não pensar nisso. Não pisei ninguém para chegar até aqui, jamais era capaz disso, portanto julgo que não deixo motivos para que isso aconteça.


- O que é que a Mariana mais gosta de fazer quando não está a gravar?

Mariana Monteiro: Gosto muito de ir ao cinema, ao teatro e a concertos. Adoro um jantar com os amigos, gosto de estar com os meus pais e com a minha irmã. E de ouvir música.


- Quais são os próximos projectos?

Mariana Monteiro: Vou integrar a nova novela da TVI, ‘Espírito Indomável’. Estou muito entusiasmada. Já fiz testes de imagem e estou ansiosa para que comecem as gravações.

 


INTIMIDADES

- Quem gostaria de convidar para um jantar a dois?

Mariana Monteiro: O Johnny Depp, sem dúvida. Além de ser um dos meus actores favoritos, também é um dos meus homens favoritos.


- Não consegue resistir a...

Mariana Monteiro: ... sapatos. Gosto muito.


- Se pudesse alterar alguma coisa no corpo e no feitio, o que mudava?

Mariana Monteiro: Sinceramente, em relação ao físico, quero é ter saúde para poder fazer exercício físico. Por isso, para já não mudava nada. No feitio, gostava mesmo de ser mais calma.


- Sinto-me melhor quando...

Mariana Monteiro: ... estou perto das pessoas de quem gosto.

 


- O que é que não suporta no sexo oposto?

Mariana Monteiro: Que tenham medo de assumir a sua sensibilidade, com medo de perderem a masculinidade.


- Qual é o seu pequeno crime quotidiano?

Mariana Monteiro: Tenho que comer todos os dias um doce. Sou, efectivamente, muito gulosa.


- O que seria capaz de fazer por amor?

Mariana Monteiro: Muita coisa... E mais não digo.


- A minha vida é...

Mariana Monteiro: Para ser vivida até aos 100 anos.

 

Entrevista do Correio da Manhã Vidas. A Vidas agradece a colaboração do restaurante À Margem, em Belém

publicado por me às 13:26
Chat Morangos com Açúcar
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

últ. comentários
Eu sou o fã numero 1 em angola
Ola
Apesar de nao o ter conhecido pessoalmento, mais c...
queria apenas dizer q so voca fam numero um margar...
Ola gostei mt da partecipaxao do miguel santiago, ...
Parabéns pelo seu blog, muito interessante. Estou ...
Os morangos com açucar foram espetaculares ...
Adorava qe fizessem musical ca em s.miguel no coli...
pretendo trocar 3 bilhetes( 1 é de fan) do especta...
nao faz mas devia fazer o downloadeu queria as mus...
Onde sse pode fazer o download do disco dos morang...
estou totalmente de acordo
a inveja é lixada XD
Olá,Pois agora sim posso confirmar que o meu blog ...
ex unica miuda
Olá, quero pedir-te que assim que retirares o meu ...
gostava de saber se o zé milho vai transitar para ...
O Rui (Lourenço Ortigão) e Margarida (Sara Matos) ...
que linda isto tudo e para o rui olha posso te faz...
sois as melhores cantoras que eu ja vi no mundo eu...
Aviso Vive o Teu Talento
O site http://viveoteutalento.blogs.sapo.pt é apenas um site de fãs e para os fãs da série juvenil Morangos Com Açúcar.

Este não é o site oficial nem estamos em contacto com as entidades oficiais

http://morangoscomacucar.pt (site oficial)